Você está procurando um

Consultor de planos de negócios?

Teremos prazer em conhecê-lo e entender sobre seus negócios, agende uma sessão de estratégia para sua empresa agora mesmo.

Contato Whatsapp

(67) 99963-353

Como renegociar dívidas com o Serasa e Desenrola Brasil? Passo a passo para conseguir até 96% de desconto

Publicado em 28 de fevereiro de 2024
FDR

Os brasileiros estão sendo convocados para renegociarem as suas dívidas do Serasa e diversos outros bancos do país. Esta iniciativa parte com a ajuda do Desenrola Brasil. Portanto, confira abaixo como e quais são as condições para fazer parte do programa financeiro.

Atualmente, o Desenrola Brasil ainda está em atividade no país. Porém, os brasileiros precisam ficar atentos ao prazo de funcionamento do programa focado em renegociar as dívidas dos cidadãos.

Anteriormente, o governo federal havia estabelecido o prazo de funcionamento em 31 de dezembro de 2023. Entretanto, com o imenso interesse da população em limpar o nome, este prazo foi extendido.

 

Agora, os cidadãos possuem até o dia 31 de março para realizarem as suas renegociações e garantir condições especiais para a sua pendência financeira. Veja mais detalhes sobre o assunto abaixo.

 

Serasa abre portas para renegociação via Desenrola Brasil

Com o Desenrola Brasil, os brasileiros que estão com o seu nome sujo na praça poderão limpar o nome com taxas de descontos de até 96%. Então, caso o seu CPF esteja no Serasa, é possível quitar com grandes condições.

 

As dívidas renegociadas poderão estar vinculadas à grande maioria das instituições financeiras em funcionamento no país. Por exemplo, pendências na Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. 

Em quantas vezes o cidadão poderá parcelar?

A pessoa que estiver interessada em limpar o seu nome poderá realizar o parcelamento da dívida em até 60 vezes. Ou seja, o cidadão terá até cinco anos para limpar o nome completamente. É válido ressaltar que ao realizar o parcelamento, o desconto pode não ser o esperado.

Compartilhe nas redes sociais
Facebook Twitter Linkedin
Voltar para a listagem de notícias